Caímos já na lama ou… na bosta?

Carlos Aguiar Gomes

Desculpem-me os leitores mais educados do título que dei a este artigo! Creio que o compreenderão.

O Ocidente já bateu no fundo. Não há chão limpo que possamos trilhar. Por todo o lado e todos os dias trilhamos lama fedorenta que, pior, do que o cheiro e a sujidade, nos tenta afundar, e afunda, os nossos valores estruturantes e que fizeram a nossa Cultura.

O cheiro nauseabundo entra por todo o lado, putrefacto e putrefactor.

Vem tudo isto o propósito do que e passou no Parlamento francês no passado dia 5 de Outubro… os parlamentares franceses aprovaram um Proposta de lei (que vai para o Senado) que «Propõe a interdição das práticas que tenham como objectivo modificar a orientação sexual ou a identidade de género de uma pessoa”. Em 118 deputados, 115 exprimiram o seu voto favorável e zero contra! Proibidas as terapias, quaisquer que sejam, das mais científicas às mais estapafúrdias.

«São punidas as práticas com dois anos de prisão e uma coima de 30 000 euros as práticas, comportamentos e propostas repetidas que visem modificar ou reprimir a orientação sexual ou de identidade de género de uma pessoa…». Mas, se o indivíduo for menor, serão aplicados 3 anos de prisão e 45 000 euros de coima quando haja circunstâncias agravantes, nomeadamente quando a vítima (sic!) é menor, dependente ou o autor for um ascendente». Os Pais que se preparem para a cadeia e deixem as crianças e jovens como propriedade do Estado totalitário que vamos tendo.

Não tardará muito a vermos aplicar entre nós esta legislação.

Todos sabemos, ou deveríamos saber (a ignorância ou desinteresse por esta temática é imperdoável) que a chamada Teoria do Género (Gender) , não passa de uma teoria de “construção social” que não tem qualquer correspondência biológica. Um Mulher terá sempre os cromossomas sexuais XX e um Homem os cromossomas XY. NÃO HÁ TERAPIA QUE ALTERE O PATRIMÓNIO GENÉTICO. Fisicamente a mudança terá que ser submetida a uma série mais ou menos longa de intervenções cirúrgicas (p.e. a ablação das mamas, dos testículos e pénis, modificação da vagina, etc e etc) e tudo seguido de um mais ou menos longo tratamento hormonal. É um ataque cerrado à Lei Natural e com base no arbitrário é cada pessoa e não a sua natureza perturbada que determina o que quer ser ou aparentar.

 

Repito, a chamada Teoria do Género que se já se impõe a outros níveis, como a linguagem inclusiva é uma CONSTRUÇÃO SOCIAL e em nada corresponde a uma realidade biológica.

A espécie humana – Homo sapiens – é binária, gonocórica e naturalmente estável. Os machos e as fêmeas, o homem e a mulher, são diferentes para a complementaridade mas iguais, rigorosamente em dignidade. Não há um superior ou inferior ao outro.

Entretanto, cá “por casa” no ensino público e em muitos estabelecimentos privados (e católicos!) vão- se “educando” as crianças e jovens para a aceitação asinina dos princípios da famigerada teoria que está na moda e com o apoio dos políticos (raríssimas excepções), perante a passividade incrível dos pais. Honra seja feita ao casal Mesquita Guimarães de Famalicão, que não deixa as suas obrigações de “primeiros, principais e insubstituíveis educadores dos seus filhos” e que contra tudo e todos lutam para que aquele direito fundamental dos pais seja garantido. Graças a Deus aparecem outras raríssimas excepções (recordo o que me disse muito recentemente um pai que retirou a sua filha das frequências das aulas de Religião e Moral Católica, porque o docente era um militante da Teoria do Género! Caímos na lama, na bosta, e parece que gostamos!

Carlos Aguiar Gomes, In DM 14.10.2021

Publicado em 2021-10-26

Notícias relacionadas

O melhor seria

Dina Matos Ferreira | 21 Mai 2022

O direito ao aborto: objetivo principal acabar com a pró-vida

Emanuel do Carmo Oliveira

Uma liberdade libertada!

Vendo o que está a acontecer agora na Rússia, não posso estar mais grato a quem me deixou como herança esta Igreja liberta das garras da Política.

Dúvidas e receios

Aborto e valores europeus

Regresso da visita pascal?

Vamos lá sinodalizar?!

Gasolina:

o PS mente, o governo rouba, o povo paga

desenvolvido por aznegocios.pt