Mensagem do Pe. Manuel Rocha

Na inauguração do seu ministério paroquial na Paróquia de Barcelos (Santa Maria Maior)

Paróquia de Barcelos (Santa Maria Maior)

24/09/2023

Irmãos e irmãs, a paz do Senhor esteja sempre convosco!

R: O amor de Cristo nos uniu.

Quero acreditar que assim é: unidos no amor de Cristo.

Muitas vezes pergunto-me: o que é feito do amor de Cristo? O que entendem os cristãos por “amor de Cristo”?

Estarei cá para servir, como faço nas outras comunidades onde sou pároco há alguns anos. Não faço tudo mas, como diz um amigo meu, o que faço, procuro fazer bem!

O projecto é congregar, unir, fazer da Paróquia comunidade fraterna, caminhar juntos…

Por quanto tempo? Não sei. A vinha é grande e não falta onde trabalhar!

Acredito que vós apreciais a liberdade e nós, padres, também a apreciamos muito.

Da vossa parte, espero:

1) Abertura: somos meros trabalhadores e não proprietários que querem tomar o lugar do dono nem filhos que, chegados a determinado estatuto, ignoram o pai e a mãe!

Será que esta casa ainda é a Casa-Mãe de Barcelos?

Foram grupos fechados que, em nome de Deus, determinaram a morte de Jesus, o Filho de Deus! Foi necessário um galo assado cantar para não ser cometida uma grave injustiça!

Mais que ter fé, espera-se de um cristão abertura. A abertura vem de encontro a uma igreja que quer ser sinodal, ou seja, uma igreja onde os seus membros se sabem movidos por um sentido único de comunhão, participação e missão, e procuram ser, cheios do Espírito Santo, Senhor que dá a vida, uma força renovadora e transformadora para este tempo.

2) Caridade: como diz, e bem, S. Paulo, “não devais a ninguém coisa alguma, a não ser o amor de uns para com os outros. A caridade não faz mal ao próximo. A caridade é o pleno cumprimento da lei” (Rom 13, 8.10).

Enquanto membros de uma Igreja local não somos adversários, nem concorrentes, nem inimigos!

Sem caridade, que nos faz ser luz e sal nesta terra, na igreja, na família e na sociedade, não prestamos para nada!

Com Cristo, Bom Samaritano, queiramos ser uma Igreja-Samaritana, queiramos ser uma comunidade de cristãos que, na diversidade de espaços e funções, a respeitar com todo o carinho e delicadeza, cuidam uns dos outros e não estão uns contra os outros, cooperam e não entram em guerras de audiência!

3) Alegria: resulta das anteriores e é a razão da evangelização, do testemunho cristão: “a alegria do evangelho, diz-nos o Papa Francisco, enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus” (Exortação Apostólica, nº 1). O que se espera do cristão é que seja presença feliz junto dos seus irmãos e das suas irmãs.


Publicado em 2023-10-08

Notícias relacionadas

FESTA DAS CRUZES 2024

30 de abril a 5 de maio

Igreja Matriz - Sagrado Lausperene Arciprestal - 24 horas

9 e 10 de Abril de 2024

DOMINGO DE PÁSCOA 2024

VISITA PASCAL

Visita Pastoral à Paróquia de Barcelos (Santa Maria Maior)

28 de Novembro a 3 de Dezembro de 2023

Mensagem de boas vindas

Da paróquia de Barcelos ao Pe. Manuel da Rocha

A Catequese vai (re)começar!!!

7 de outubro de 2023

desenvolvido por aznegocios.pt